quarta-feira, 16 de abril de 2008

Ibovespa 16/04/2008

Nesta quarta-feira tivemos um típico rompimento de LTB, com força e volume expressivo. Nem a Petrobrás conseguiu segurar o avanço do índice. Para quinta-feira, pode ocorrer uma correção. Graficamente, a formação é altista, com possível formação de uma pá de ventilador (formação de consecutivas LTAs, com as anteriores funcionando como resistências).

Em relação a elevação da taxa de juros, no passado se diria que é péssimo para a Bolsa. Bem, os tempos mudaram. Hoje, a principal interação ocorre com o câmbio. A elevação da taxa Selic tende a atrair capital externo e desvalorizar o dólar. O Ibovespa possui uma relação inversa com o dólar, visto que uma desvalorização da moeda norte-americana resulta em lucros adicionais nas aplicações estrangeiras, inclusive na bolsa. A alta de 0,5 pontos ficou acima do esperado e pode ser usado como uma desculpa para uma realização no curto-prazo. Porém, a tendência é que ocorram novas desvalorizações no câmbio, favorecendo a Bolsa de Valores.

2 comentários:

Anônimo disse...

Lido com micro e macroeconomia diariamente. É lúcido o comentário de Ábaco sobre o efeito do aumento da taxa básica de juros sobre a Bovespa.

Sandro

Abaco disse...

O pregão de hoje já mostrou bem como as coisas funcionam. Na primeira hora houve uma queda com gap na abertura, motivada por vendas de pequenos investidores, acreditando numa premissa simplista que, com a alta dos juros, parte dos investimentos em bolsa passariam para a renda fixa. Isso funcionaria se tivessemos apenas investidores locais. Porém, boa parte é de investidores estrangeiros, que com a desvalorização do dólar, provocada pela entrada de capital atraído pelos juros, passam a ter ganhos exepcionais com as ações (pela variação do câmbio). Assim, é preciso comprar antes que a desvalorização do dólar se concretize. Um simples grafista diria que depois de uma hora a bolsa resolveu fechar o gap de abertura. Mas não só fechou o gap, como continuou subindo, mesmo quando DJI estava no negativo. A pessoa que não conhece economia ficaria louca: DJI cai, juros sobem e a bolsa SOBE. Pois está fazendo o esperado, dentro de algo lógico.