quarta-feira, 19 de março de 2008

Petrobrás 19/03/2008

Após a sucessão de dojis, a reação foi abortada com uma forte baixa que colocou Petrobrás sobrevendida. Em função disso, deve ter uma correção, provavelmente nesta quinta-feira. Contudo, tendo perdido um fan, este passa a ser uma resistência e coloca o ativo novamente em tendência de baixa. Suporte imediato: R$62,10.

2 comentários:

Sandro disse...

Ábaco,

Dizem que quanto mais forte for um gap (minutos, hora, dia,semana...), maiores são as chances de ele ser preenchido. A Petrobras, agora em tendência de baixa, deixou um gap semanal entre 75,62 e 76,00. Quais as possibilidades de esse gap ser preenchido? Ele já pode ser considerado um gap de fuga?

Sandro

Abaco disse...

Eu não considero como de fuga porque não está ocorrendo o fim de uma formação. No semanal, as cotações ainda estão na congestão, mesmo considerando que houve um topo duplo, não superou ainda a base. Então, pode-se considerar com de área ou de medida. De área, porque está dentro da formação de congestão (seria coberto). De medida, pois surgiu no meio do movimento. Neste último caso, marca a metade do movimento de queda e não necessáriamente é coberto de imediato. No momento, considero mais como gap de medida.