segunda-feira, 31 de outubro de 2016

FII's: Indicações para o mês de novembro

Após o rali do mês de outubro, a maioria dos fundos está com preços elevados, antecipando uma provável queda dos juros. Observa-se a presença de muitos investidores novos, que compram fundos festejados, estimulados por gerentes de bancos e agentes de corretoras. Sobra pouco ainda com preço atrativo. Neste mês optamos por fazer duas trocas. Tiramos CPTS11B, que em função do baixo provento anunciado tende a sofrer uma desvalorização. É algo passageiro, que vai se resolver quando o fundo aplicar os recursos captados (será uma boa opção de compra se a cota de fato cair). Outro que estamos tirando é o JSRE11, aqui em função da gestão. Para o lugar desses dois fundos escolhemos dois belos empreendimentos: FIIB11 e SDIL11.

BMLC11B: mantivemos a indicação. Bom fundo, com alguma vacância, opção conservadora;

FIIB11: trata-se de um condomínio industrial, localizado em Joinville, ocupado por dezenas de empresas, a maioria do setor metal-mecânico. Possui uma vacância relevante, com constante entrada e saída de inquilinos. Para os próximos meses, a gestora prevê uma queda nos proventos, já precificado pelo mercado. Neste mês de novembro o DY está em 0,89%a.m., um valor muito elevado;

SDIL11: centro logístico localizado no Rio de Janeiro, próximo ao aeroporto do Galeão. Composto por vários módulos, possui uma vacância significativa. A maioria dos módulos está alugada para a BR Foods, que, provisóriamente, obteve um desconto no valor do aluguel. Se alugar os módulos vagos, essa dependência da BR Foods pode se reduzir significativamente;

XPCM11: mesmo com toda a alta recente, o preço ainda é razoável.

5 comentários:

fiifix disse...

Olá, Paulo!
Acompanho seus pertinentes comentários também lá no Clube FII. Com sua experiência, traz contribuições importantes a levar em conta nos investimentos.
Das indicações acima, tenho BMLC, FIIB e SDIL em carteira. São bons fundos, cujas posições venho reforçando conforme os preços oportunizem. Na atual esticada do IFIX, penso que BMLC e SDIL podem ser boas opções; FIIB também, mas acho o preço um pouco menos atrativo.
Quanto ao XPCM, concordo com sua argumentação, mas não cogitei para minha carteira. Ainda estou escaldado com Petrobrás e Macaé, depois do revés do XTED.
Com relação ao CPTS, estou acompanhando. Se esse tombo na renda impactar o preço nas próximas semanas, pode ser uma boa oportunidade.
Grato por compartilhar sua experiência e bons investimentos!

Blog Viver de Construção disse...

Fala Paulo.

Penso igual o colega acima: Macae, Petrobras, XTED: Nao entro em XPCM, mesmo sabendo que apos a revisional negativa ele ficou mais seguro.

Assustei com os fracos proventos de CPTS11B, mas, nao devo girar a carteira, mas se ele cair para uns 95, 90, penso em aportar forte nele, dobrando a posicao, pois, tento nao olhar preço, e o fundo a mim manteve valor.

Nao entendi seu racional em JSRE, o FII anda muito bem, pode detalhar melhor?

No mais, desejo um excelente mes e agradeço os otimos posts.

Abraço

Paulo Vieira disse...

O JSRE é um fundo muito grande e complexo, que tem uma gestão conservadora. Um fundo do tamanho do JSRE possui dificuldades para se movimentar, comprar e vender ativos. Mas, tendo dinheiro em caixa, deveria buscar aquilo que dá um melhor rendimento. Mas o fundo está parado. Em 10/2015 ele pagava R$ 1,01, hoje para R$ 0,90. Essa queda consistente nos proventos, quase uma linha reta, é resultado de uma postura excessivamente passiva do fundo. E como também é um fundo de fundos, teve a oportunidade de adquirir cotas baratas, de adquirir CRI's ou mesmo imóveis. Mas não fez nada, absolutamente nada. Então os proventos caem, é inevitável.

Quanto a CPTS11B, basta ver que BCRI11 também teve queda nos proventos pelo mesmo motivo: mais cotas para dividir o bolo. É algo normal. Prefiro que não queimem o caixa agora e usam adquirindo bons CRI's

A. Santos disse...

Paulo,
Com a queda generalizada de hoje, o CPTS11B foi a R$ 100,55.
Sei que houve a subscrição e realmente a tendência era o preço cair, como você falou.
Qual um bom valor de reentrada na sua opinião ?

Paulo Vieira disse...

Santos, no preço que está eu estou comprando.