sexta-feira, 31 de julho de 2009

Ibovespa 30/07/2009

O Ibovespa continua abaixo dos 55k, acumulando. Por enquanto, segue na congestão, alternando altas e baixas, aparentemente sem um destino claro. Contudo, o fato de estar acumulando (ganhando fôlego) reduz as chances de topo duplo. Também há a possibilidade de termos a formação de uma cunha de baixa.

Caso supere os 55k e a TL, temos uma projeção de alta até 60k pontos. No caso de um topo duplo, a queda pode levar o Ibovespa aos 41.250 pontos. A onda 5 é desfeita caso, numa eventual queda, as cotações fiquem abaixo dos 43.441 pontos (topo da onda 1). Mantendo esse limite, permanece a tendência de alta no médio-prazo.

7 comentários:

Anônimo disse...

Ou seja: Tudo pode acontecer !
Rss...

Abaco disse...

Exato. Neste momento, se existe uma tendência predominante, é a de congestão. Foi dito que 55k é uma resistência forte. Parece-me que estamos a uma semana nessa resistência. Quem quer operar usando a AT espera a definição: compra somente se furar a resistência e vende nos 60k. O Márcio Noronha, renomado analista, vai além e sempre deixa em seus gráficos as diversas variações: http://www.timing.com.br/images/pdf/exemplo_revista.pdf. A estratégia surge das confirmações, dos gatinhos. Romper os 55k é o atual gatilho.

Anônimo disse...

Há, entendi !
Como no OCO, perdeu a linha do pescoço vendeu.
Agora, quando romper os 55K, "na confirmação dos gatinhos" é comprar.
Legal !
Rss...

Abaco disse...

Pois é exatamente isso. Ganha na bolsa quem minimiza os riscos. Perde quem adota a estratégia de maximizar os lucros. Até hoje não conheço quem tenha adotado a última estratégia e não tenha quebrado. A minha estratégia é de redução de riscos: vendo no OCO, compro na sua invalidação. Por isso, nunca tive prejuízos significativos em bolsa e mesmo assim tenho uma carteira que se valoriza acima do índice. Detalhe: concordo com Jorge Araújo apenas num ponto, o de que desempenho em bolsa só com quem tem mais de 5 anos no mercado.

Anônimo disse...

O que diferencia uma acumulação de uma distribuição?

Abaco disse...

Acumulação e distribuição são congestões. Acumulação num processo de alta. Distribuição numa tendência de baixa.
A acumulação ocorre quando há uma situação de sobrecompra ou o encontro de uma resistência muito forte. Então, há uma parada no processo de alta para acumular forças.
A distribuição ocorre quando já uma situação de sobrevenda ou o encontro de um suporte muito forte. Então há uma parada na baixa para, após algum tempo, finalmente perder o suporte.
Atualmente estamos num processo de acumulação no Ibovespa, com a alta interrompida por uma resistência (55k), mas sem ter perdido a tendência primária de alta.

davips disse...

Abaco é um monstro! Um bruxo! Tenho medo! hauuhauhaauh

Depois de muita teimosia cheguei a uma conclusão semelhante: é melhor perder metade de uma alta à espera de confirmações do que se arriscar adivinhando seu início e fim exatos.